Hunter X Hunter

Fiquei um tempão pensando em como falar de Hunter. É muito difícil se apegar tanto a uma história e perceber que ela ainda não tem fim. Mas, bom, vamos em frente.

Demorei muito tempo para assistir Hunter x Hunter. Relutei bastante em começar, primeiro por saber que não ia acabar, segundo porque, conhecendo o Togashi, sabia que ia gostar e ficar frustrada justamente por causa do primeiro motivo. Porém, enfim, assisti. Comecei no Netflix, que não tem todos os episódios (ainda, espero), depois baixei o restante do anime e comecei a ler a saga final no mangá (tá ouvindo, Togashi? Vamos escrever).

Como vocês sabem, ou devem saber, ou pra quem ainda não sabe, Hunter x Hunter é do mesmo autor de Yu Yu Hakusho, uma das minhas histórias preferidas. E, como o predecessor, HxH também é maravilhoso. Só que o nosso mangaká Yoshihiro Togashi não terminou o mangá até hoje por motivos de estar procrastinando (é a única explicação possível). A obra conta a história de Gon Freecss, um menino de 10 anos que mora na Ilha da Baleia e sonha em se tornar um Hunter profissional. Ele vive com sua tia Mito e a avó (que não sei o nome), mas o verdadeiro objetivo de sua vida é encontrar o pai, Ging Freecss, um fdp irresponsável que abandonou o filho para ser um Hunter, e que se tornou um dos maiores dentre esse no mundo.

Acho importante contextualizar que os hunters são uma organização profissional com renome e credibilidade no mundo todo, que ganham uma licença que os permite fazer quase tudo, inclusive aceitar qualquer trabalho e ter muito dinheiro. É uma coisa meio maravilhosa mesmo ser um Hunter, acho que eu gostaria de ser também, hahahaha.

Mas, para ser um Hunter, é preciso ser aprovado no Exame, que é uma LOUCURA. Qualquer um, desde pessoas insanas como o Hisoka ou o Illumi, até crianças de 10 anos como o Gon ou o Killua podem fazer e, se passarem em todos os testes, ganham suas licenças. É realmente um teste igual, para pessoas completamente diferentes.

Aí, é claro, a primeira temporada é o Exame e conhecemos os amigos do Gon, que vão ser seus companheiros em várias jornadas: o membro da famosa família de assassinos, Killua Zoldick (meu preferido <3), que tem habilidades assustadoras para sua idade; o discreto Kurapika, membro do clã dos olhos escarlates, que está em busca de vingança contra quem roubou os olhos e matou todo mundo e o nada discreto Leorio Paradinight, um cara escandaloso, que não entende o real significado de nada, mas é o mais determinado dos quatro.

Gon passa a maior parte da história junto com Killua, mas em momentos cruciais, conta com Kurapika e Leorio. Muitas coisas acontecem depois do Exame Hunter: eles vão até a casa da família Zoldick atrás de Killua; vão para a Torre do Céu e aprendem o Nen; vão para os leilões em Yorkshire onde encontram o Genei Ryodan, a organização criminosa conta a qual o Kurapika quer se vingar; depois para o maravilhoso jogo que o Ging fez com seus amigos, o Greed Island; chegam àquele porre de Chimera Ants, que dura uma vida inteira de uma formiga e todos os outros seres e o anime termina na saga dos Zodíacos. No mangá, ainda temos a saga do Continente Negro, que está em andamento.

Toda a história é muito boa, muito bem amarrada e, ao longo de sua trajetória, Gon fica muito forte e aprende milhares de coisas. E, claro, aparecem tantos e tantos personagens maravilhosos, seja Hunter ou não, que fazem valer cada episódio. Com certeza vale todos os fãs que tem, mas o Togashi não, hahaha. Sou muito revoltada com várias coisas que acontecem, mas não vou comentar muito para não dar spoiler. Só me resta dizer: assistam, leiam e torçam pro Togashi colaborar e terminar o mangá, obrigada.

Corram para os links!

Mangá Online:

Mangás PROJECT

Anime Online:

Animeq


Anime Download:

PUNCH! Sub

No Brasil, o mangá é publicado pela Editora JBC.

© 2023 by Lil Collection Co. Proudly created with Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now