Vocês devem ter percebido que adoro uma história de apocalipse, pós-apocalipse e tretas de lutas dentro de grupos e essas coisas. E esse mangá é sobre isso: uma doença que se alastra pelo mundo e um cenário pós-apocalíptico incrível e fantasioso.

Bem, vamos apresentar a história. Ibara no Ou, em português “O Senhor dos Espinhos”, mostra uma sociedade que foi atingida pela Medusa, uma doença que, com o tempo, petrifica o corpo da pessoa portadora. Com o avanço da Medusa, pesquisadores do governo lançam um programa para recrutar pessoas atingidas pela doença para entrarem em algumas cápsulas e dormirem enquanto estudam uma cura. Entre os selecionados pelo projeto está Kasumi, uma jovem japonesa que tem (ou tinha) uma irmã gêmea idêntica, Shizuku, também doente, mas que não foi selecionada para as cápsulas. E é por isso que a garota vive triste e buscando algo.

Logo depois dessa apresentação prévia do contexto e de Kasumi entrar para o experimento, ela acorda, sem ter noção de quanto tempo se passou. Junto com ela, outras pessoas também saem de suas cápsulas e, já na primeira tentativa de fuga, várias são atacadas por uma espécie de monstro gigante. Ao redor de toda a sala de pesquisa, estão vários espinhos e logo os sobreviventes percebem que há também monstros com tamanhos e aparências incomuns. Depois da confusão, restam apenas 7 pessoas: Kasumi, o hacker Marco Owen, um senador (irritante), um cientista, um cara fortão, uma moça bonita e um menininho, o Tim (ele e o Marco são os únicos que lembro o nome, me julguem, hahaha). Quando percebem que não há mais ninguém vivo e o mundo parece totalmente diferente de antes das cápsulas, o grupo se junta e decide sobreviver juntos. O primeiro passo é sair da sala e chegar a algum lugar onde podem tentar pedir ajuda. A partir daí, *ler com voz de narrador da Sessão da Tarde* várias aventuras esperam essa turminha (ahuehuaheuhuae, ok, parei). A partir daí, eles precisam enfrentar vários obstáculos e até mesmo uns aos outros para conseguirem se manter vivos e bem. Ao longo do caminho, eles descobrem mais uns sobre os outros e desvendam alguns segredos que rondam a Medusa e os estudos aos quais foram submetidos.

O mangá tem uma narrativa muito, muito boa. Eu li super-rápido e gostei muito mesmo da história, dos personagens, da trama, do envolvimento e de como tudo é tratado, misterioso e meio louco. Até chegar ao último volume. Confesso que achei meio ruim o final, fraquinho, nada a ver com todo o decorrer emocionante da história. Não que não valha a pena ler e conhecer, mas, saibam que a maioria das pessoas achou o último volume bem frustrante.

Enfim, O Senhor dos Espinhos é mais uma aventura de sobrevivência, de pós-apocalipse e de muitas possibilidades. Ah, e não tem ninguém que não se encante pelos coadjuvantes, já que a Kasumi é meio pamonha, tadinha. Recomendo, apesar do final, e estejam preparados para alguns apertos no coração.

 

Corram para os links!

Mangá Online:

MangásPROJECT

 

No Brasil, o mangá foi lançado pela Editora JBC.

Ibara no Oh - O Senhor dos Espinhos

© 2023 by Lil Collection Co. Proudly created with Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now