Múltipla Escolha

Já falei por aqui algumas vezes como sou fã do trabalho do Max Andrade, o autor do Tools Challenge (sua maior série) e do The HYPE, feito em parceria com o Marcel Ibaldo.

Esse quadrinho é mais uma parceria entre os dois e mostra a vida cotidiana, pessoas lutando para alcançar seu lugar no mundo e passando por muitos obstáculos para chegar a isso.

Múltipla Escolha trata exatamente disso: de escolhas e suas consequências. O mangá conta a história de Jeff, um estudante que está se preparando para o vestibular há muito tempo e se vê prestes a entrar na tão sonhada faculdade de Medicina.

Só que nem tudo são flores no caminho de Jeff. Por ser uma pessoa bem egoísta e por essa ser uma fase de aprendizados no desenvolvimento de qualquer pessoa, ele leva umas belas lições e tem que aprender na marra com a melhor professora de todas: a vida (feelings Rocky Balboa). E é aí que suas relações familiares e vida afetiva começam a mostrar que nem tudo é só estudar, ou trabalhar, ou ser bem-sucedido. Há coisas muito mais importantes.

Citando os próprios autores, no resumo da obra: “as coisas mais importantes não possuem apenas uma resposta certa.” Ou seja, são múltipla escolha. E isso me lembra outra história que eu li, dessa vez em um livro da trilogia Millenium (vocês devem conhecer o filme Os homens que não amavam as mulheres), na qual a protagonista, Lisbeth Salender, diz que tudo o que fazemos possui consequências e precisamos ponderar, antes de fazer, se estamos dispostos a arcar com essas consequências.

Tudo isso só para dizer a vocês que leiam o mangá Múltipla Escolha e se identifiquem com os dramas de Jeff e da vida cotidiana. É curtinho, é interessante e é ouro do quadrinho nacional. Apoiem ;)

© 2023 by Lil Collection Co. Proudly created with Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now