Aaah, mais uma grande história! E posso dizer que não conheço ninguém no mundo que não admire o nosso battousai. Se você ainda não conhece, coloque na sua listinha, viu?

Rurouni Kenshin - Meiji Kenkaku Romantan ou Kenshin, o Andarilho – Crônicas de um espadachim na Era Meiji, é um mangá de 1992, escrito por Nobuhiro Watsuki e conta a história de Kenshin Rimura, um samurai andarilho que viaja por todo o Japão com sua sakabatou e sua cicatriz em forma de cruz. Kenshin carrega um passado sombrio ligado à época do Bakumatsu (fim do shogunato, parte da história do Japão cheia de conflitos, leia mais aqui), no qual era conhecido como “Hitokiri Battousai” (o retalhador), que ele tenta apagar com a promessa de nunca mais usar seus conhecimentos como espadachim para matar, tanto é que caminha com uma sakabatou, ou seja, uma espada com a lâmina invertida. Na Era Meiji, o país era pacífico, tinha passado por várias guerras e não era comum que uma pessoa andasse armada com uma espada.

Quando conhece a jovem Kamiya Kaoru, dona de um dojo do estilo Kamiya Kashin (Espada para a Vida), depois de 10 anos viajando, Kenshin sente que encontrou abrigo e um lugar onde conseguirá se redimir por todo o mal que causou. No dojo, ele conhece o menino Myoujin Yahiko, que ajuda Kaoru e foi criado lá pelo pai dela. Quando descobre que velhos inimigos estão ameaçando a paz no Japão e novos inimigos aparecem para ameaçar o governo da Era Meiji, o samurai precisa usar novamente sua sakabatou e suas técnicas para lutar em favor do que acredita. Ele conta com a ajuda de Kaoru, Yahiko e novos companheiros que conhece em uma de suas aventuras: Sanosuke Sagara, um atrapalhado jovem, que possui uma força sobre-humana e que é um ex-membro da tropa Sekihoukai, formada por jovens humildes da população, que se torna o melhor amigo de Kenshin; e Takani Megumi, uma médica que os ajuda em várias situações.

O melhor do mangá são suas claras referências históricas à tradição e cultura milenar do Japão, além de ter personagens tão característicos, profundos e com objetivos e personalidades tão definidos. Adoro a mescla que o Watsuki-sensei faz entre o drama, os problemas políticos e conflitos e a comédia, incluindo situações divertidas e comuns que fazem a gente rir.

A série ganhou sua adaptação para anime em 1996, que foi dividido em 3 temporadas, e, em 2012, foi adaptado para live-action, dividido em 3 filmes, feitos pela Warner do Japão, e que são uns dos melhores baseados em anime de todos os tempos. É sério, assistam!

 

Corram para os links!

Mangá Online:

MangásPROJECT

 

Anime Online:

Animeq

 

Anime Download:

Sakura Animes (todas as temporadas)

 

Live-actions Download: (disponíveis também no Netflix)

Tokusatsus

 

No Brasil, o mangá foi lançado pela editora JBC, em uma versão com o nome Samurai X e, em 2013, com o nome e capa originais, Rurouni Kenshin.

Rurouni Kenshin

© 2023 by Lil Collection Co. Proudly created with Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now