Sword Art Online

 

A receita de um anime como Sword Art Online (SAO) é simples: combinar uma situação tensa, com um romance e terminar em um final feliz. Mas, não é bem isso o que acontece. Geralmente, eu iria adorar um anime que não termina com um final previsível, mas, nesse caso, a escolha não foi feliz, porque decidiram continuar a história “depois do fim”. Calma, eu explico.

Primeiramente, vamos à história. Sword Art Online é um jogo, do ano de 2022, no formato de Virtual Reality Massively Multiplayer Online Role-Playing Game (VRMMORPG), extremamente interativo e, para jogá-lo, é necessário utilizar um Nerve Gear, espécie de capacete que imerge o jogador no ambiente virtual e estimula o uso dos cinco sentidos para jogar. Ao entrarem pela primeira vez dentro do jogo, a euforia da realidade virtual entre os jogadores é imensa. Mas, em determinado momento, eles descobrem que não é possível sair de dentro do jogo. E é aí que aparece a mente (brilhante!) por trás disso tudo, o criador de Sword Art Oline: Kayaba Akihiko. Ele reúne todos os personagens e anuncia que, para sair dali vivos, eles precisam vencer todos os níveis e finalizarem o jogo. Enquanto isso, seus corpos permanecem desacordados no mundo real.

Sinistro né? É. Tinha tudo para ser incrível. Mas não foi, tia? Bom, há controvérsias. Além de não poderem sair do jogo, os jogadores passam a assumir suas verdadeiras caras, ou seja, não estão mais caracterizados como o personagem de montaram, mas, sim, como são de verdade. No meio dos milhares de players, está Kirigaya Kazuto, ou Kirito, o protagonista do anime, que era um beta tester do jogo e, por isso, conhece vários aspectos a mais que as outras pessoas. Também há a protagonista, Yuuki Asuna, bastante talentosa e vice-líder de uma guilda. Os dois se conhecem e acabam passando por várias fases do jogo juntos, o que eventualmente resulta no romance entre os dois (bléééé!). Não que eu não goste de romances, mas tem ocasiões e histórias que não combinam. Mas, enfim, a pior parte não é essa.

Quando Kirito e Asuna chegam ao ápice do jogo e você pensa “nossa, que lindo, adorei esse final <3”, o que é que o autor faz???? Ele continua a bosta do anime! E mais: inventa outro jogo, o Alfheim Online, e um monte de coisa chatíssima, que acaba com o final que todo mundo desejava. Enfim, tem coisas que devem acabar na hora certa, senão vira um porre. E, pra mim, foi isso o que aconteceu. Além de tudo, SAO foi tão modinha, que eu fui enjoando e, por fim, acabei por ficar decepcionada com várias coisas.

Em geral, eu gosto bastante da ideia do anime, e do jogo também, e gostei muito da forma como exploraram as características da realidade apresentada e os cenários. Mas, deixou a desejar um pouco em se tratando de um MMO, porque vários elementos faltaram quando eles começaram a focar no romance. No mais, vale a pena conhecer, porque cada um tem um ponto de vista! E porque tem muita coisa legal. Tipo, a mais legal de todas: a Yui :3

 

P.S.: GENTE! Esqueci de falar: vai estrear uma nova temporada do anime, e nela vai ter um novo jogo! Se alguém se interessar, procure!

 

Corram para os links!

Anime Download:

Sakura Animes

 

Anime Online

Animeq

© 2023 by Lil Collection Co. Proudly created with Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now